Um grito de socorro!

Cheguei de madrugada em Brasília. Pela manhã estaria acompanhando o Prefeito de Blumenau em uma audiência com o Ministro das Cidades, em busca de recursos para a região.

Logo que deitei, ouvi um grito: "Polícia, socorro!". E o brado ecoou por várias vezes em alguma rua da capital brasileira. Quem seria o jovem desesperado? Estava sendo perseguido? Apenas mais um embriagado? A voz silenciou na escuridão da noite e eu nada pude saber exceto que alguém clamava por ajuda em uma madrugada chuvosa na capital do país.

A riqueza e a pobreza das nações

O economista David Landes lançou um livro recentemente para justificar por que alguns países são tão ricos e outros tão pobres. Sua visão histórica busca razões do desenvolvimento de alguns povos, enquanto outros continuam atolados na pobreza.

Para o escritor norte-americano, alguns países prosperam cedo devido à interação de uma sociedade aberta, concentrada no trabalho e no saber, o que reduntou em aumento de produtividade. Mas fica no ar uma pergunta: seriam o conhecimento e os avanços tecnológicos suficientes para aliviar boa parte da pobreza do mundo?

O terrorismo em Paris e a força do Evangelho

Meu filho, Israel, casado com uma francesa, estava a 40 quilômetros de um posto de combustível onde os irmãos Kourachi foram vistos após assasinarem 12 pessoas na sede da revista Charlie Hebdo. A história dos terroristas mulçumanos tomou conta dos principais jornais do mundo, em particular, a caçada da polícia francesa. As sirenes soaram. Espectadores vibraram. E os repórteres informaram o desfecho da notícia com a morte dos terroristas nos arredores de Paris.