O número de acessos a internet no mundo tem crescido rapidamente. As redes sociais são provavelmente o maior responsável por esse crescimento, os números atingidos no ano de 2010 são incríveis, o Facebook alcançou quinhentos milhões de usuários, seguido pelo Orkut com trezentos e o Twitter com duzentos. Essas três redes sociais juntas alcançam o incrível número de “um bilhão” de usuários, estamos falando de aproximadamente um em cada sete pessoas no mundo é usuário de uma dessas redes sociais. Cumprindo com aquilo que o canadense Marshal McLuhan disse na década de 60, após séculos de fragmentação e especialização, o mundo seria revolucionado pelos meios de comunicação se tornando uma grande “aldeia Global” e olha que ele nem conhecia a internet.

E a pergunta que não pode ser calada dentro de nossas igrejas “O evangelho pode ser comunicado através das redes sociais?”. Poderíamos dizer que depende, se você está ocupado demais gastando o seu tempo no seu Twitter, Orkut, MSN, Skype,Facebok, Tumblr, Myspace, Badoo, Quepasa ou Linkdelin, realmente não será possível. Mas, se você parar de “gastar” e começar a “investir” o seu tempo nas redes sociais então poderá realmente ser as redes sociais um meio para a pregação do evangelho.

Certo jovem muito dedicado a igreja e fervoroso em suas orações, teve um sonho em que Deus falava-lhe diretamente, dizendo que havia de pregar o evangelho a um executivo famosíssimo de uma grande multinacional. Porém haviam várias questões a serem consideradas, a empresa onde esse executivo trabalhava ficava do outro lado do país, o jovem mal tinha dinheiro para pagar sua faculdade e muito menos tempo pois ele trabalhava e estudava. O tempo passou, meses, anos e ele acabou esquecendo-se do sonho. Então, certo dia ao chegar no seu escritório, uma conquista que conseguiu após pegar o canudo na faculdade, abriu o site de notícias, como costumeiramente fazia todas as manhãs e para sua surpresa lá estava a triste notícia que aquele grande executivo havia falecido. No mesmo instante aquele jovem foi tomado de um sentimento que mesclava culpa e desespero, ajoelhou-se ali mesmo, iniciou um diálogo com Deus.

Jovem: Deus não deixe que esse executivo vá para o inferno!

Deus: Não se preocupe com o executivo meu filho, ele foi salvo! Preocupe-se com você que negligenciou aquilo que eu havia lhe mandado fazer.

Jovem: Mais Deus, aquele era um momento impossível, não podia atravessar o país para pregar para esse executivo, não tinha tempo e nem dinheiro para isso!

Deus: E porque você não mandou um e-mail? Foi assim que esse homem foi salvo!

Eu poderia terminar lhe falando sobre a lição de moral da história, mas acredito que você é inteligente o suficiente para refletir na próxima vez que for entrar em uma das redes sociais. E se realmente quiser influenciar mais alguém a pensar dessa forma, irá indicar esse artigo para algum amigo.